Ilhas gregas: passeando pela encantadora Mykonos


Se você planeja curtir o verão europeu e as belíssimas praias e ilhas (algumas, das mais badaladas do mundo!) do continente, sugiro que não deixe a Grécia passar batido do seu roteiro.

Do pouco que tive a oportunidade de conhecer do país é, sem dúvida, um destino de paisagens surreais, um mar que chega a doer os olhos de tão azul, muito sol, construções únicas e história riquíssima.

E, uma vez na Grécia, planeje um pulinho em Mykonos, a ilha que tem a fama de ser a mais agitada de todo o país. Mykonos faz parte das Cíclades, um arquipélago com mais de 200 ilhas (outras duas das maiores e mais famosas são Santorini e Ios) no Mar Egeu e, sozinha, recebe quase 800 mil turistas por ano. Grande parte deles composto de jet setters e celebridades que fazem da ilha “O” destino de verão na Europa.

Mykonos_abertura_edit

O destino

Mykonos é original, extremamente singular, diferente de qualquer coisa que você já tenha visto na vida. Inclusive diferente de outras ilhas gregas em estilo e paisagens. Em comum, apenas a belíssima cor do mar e a predominância de casas brancas por todos os lugares.

O que achei muito bacana de lá foi que, embora tenha a fama de um lugar muito chique, badalado e tudo mais, Mykonos tem uma rusticidade bem interessante. E é também uma excelente opção para quem busca sossego. Esse contraste, na minha opinião, que torna a ilha muito especial! Há, obviamente, lugares (tanto restaurantes, como bares e hotéis) que custam o olho da cara e que são puro luxo; mas, no visual da ilha, reinam casebres, ruas estreitas, pequenas lojas, idosos na varanda das casas…é tudo assim super pitoresco!

Mykonos_Chora_Mykonos Town

O charme das ruazinhas de Chora (Mykonos Town). | Foto: Arquivo pessoal

O que visitar

Chora (também chamada de Mykonos Town, ou Cidade de Mykonos) é a capital da ilha. Na prática, é o centrinho onde tudo funciona, em que ficam as principais lojas, alguns restaurantes, o comércio local…É interessante caminhar por ali mais ou menos sem rumo, curtindo a bela paisagem das casinhas com branco e azul rodeadas por buganvílias…que visual bonito, hein!

Na principal rua de Chora, a Matoyianni, é possível comprar lembranças e artigos que são a cara da Grécia, como também saborear a deliciosa comida mediterrânea, que leva, sobretudo, muito azeite, legumes, grãos e peixes.

Mykonos_Little Venice_Foto Keytours GR
A beleza de Little Venice, com água do mar batendo à porta | Foto: Keytours.gr

Não deixe também de passar pela Little Venice, região da ilha que leva esse nome porque as casas ficam, literalmente, com água batendo na porta, como em Veneza. As casas dali são datadas do século XVI e é impressionante ver como elas seguem de pé, mesmo com a maresia e a corrosão das pedras. Essa “Pequena Veneza” é uma das regiões mais procuradas da ilha, especialmente porque proporciona um visual de pôr-do-sol fantástico.

Windmills of the Mykonos Island, Chora. Cyclades, Agean Sea, Greece.
Fins de tarde nos moinhos de Mykonos, que já viraram cartão-postal da ilha | Foto: Blueline.gr

Bem próximo da Little Venice ficam os moinhos de vento. Moinhos são comuns em várias ilhas Cíclades, mas em Mykonos viraram até cartão-postal. Foram construídos pelos venezianos também no século XVI e, de fato, enchem de beleza o cenário local.

Passe pela igreja Panayia Paraportiani, uma obra que se destaca na ilha, e bata várias fotos do seu exterior branco, que contrasta com o azul do céu e do mar gregos. E se gostar de história, visite também o Museu Arqueológico, que data de 1906 e tem peças cerâmicas e esculturas milenares.

Mykokns_mapa_praiaPraias de Mykonos

Água inacreditavelmente transparente, areia clara, mar azul lindo de morrer, casinhas brancas…isso, basicamente que você vai ver em todas as praias de Mykonos. O difícil é eleger qual delas visitar ou passar o dia, já que são mais de 20 na ilha.

De modo geral, as praias do Sul (Psarou, Paraga, Elia, Paradise…) são as menos afetadas pelo vento forte na ilha e contam com melhor infraestrutura (de bares e beachclubs, por exemplo). Por outro lado, as do norte são mais tranquilas e desertas, ótimas pra quem quer realmente relaxar.

A mais próxima do centrinho (e meio que a mais sem graça) é a Megali Ammos, a apenas uns 15 minutinhos de caminhada. Não é a mais sensacional da ilha, mas já serve pra quem tem muito pouco tempo pra circular em Mykonos.

Mykonos_Ornos Beach
Sem ondas e linda de morrer, a Ornos Beach é a eleita de grupos e famílias | Foto: Wikitravel

A Ornos Beach fica a apenas 2 quilômetros de Chora e é ideal pra famílias e pra quem está com crianças (ou pra quem curte águas mais calminhas) – o mar é bem tranquilo, parece piscina, e a areia é bem fina!

Psarou beach é talvez a mais badalada e glamurosa, lugar onde todos querem ser vistos. Por ali ficam hotéis tops! Cheia de restaurantes e bares, é o point dos verões na ilha.

Europa 2011 462
A transparência da água (sem filtro e sem edição) de Paradise Beach! | Foto: Arquivo pessoal

A Paradise Beach também é super famosa, e realmente é um paraíso! Por ali, a fama fica por conta do Tropicana, um beachclub dos mais agitados, com música e muita festa na alta temporada!

A vizinha Super Paraside é também bem agitada, com muita música e festas durante o dia. É também o lugar dos naturistas, já que permite nudismo total em quase todas as áreas.

Para quem quer fugir das festas do verão, de muita gente e agito, e não suporta a ideia de ter que disputar cada centímetro na areia para tomar um sol, uma ótima opção é ir para o Norte até a Panormos Beach. Por ali reina a calmaria, já que a praia parece deserta. O único contra dela é que o acesso é somente por táxis ou carros privados (não há ônibus locais que passam por ali).

Se tiver pouco tempo em Mykonos, sugiro que eleja uma ou duas dessas, que são realmente as mais famosas. Se já tiver 2, 3, 4 dias na ilha (ou mais), dá pra ver tudo com mais calma, e talvez até passar um tempo de praia em praia, seguindo o mapa, mesmo. É realmente uma mais linda que a outra! Como nem tudo é perfeito, porém, além de um vento bem chato, achei a água gelada de trincar os dentes! Vá com coragem…

Onde ficar

Incrível como que num lugar que nem é tão grande assim há tanta opção de hospedagem! Tem hotelões 5 estrelas (daqueles sensacionais, com piscina de borda infinita, atendimento TOP e diárias que valem uma boa fortuna!), até pequenos hotéis-boutique e hostels.

Mykonos_MykonosBlu
As piscinas do luxuoso Mykonos Blu | Foto: Site Mykonos Blu

Para os que curtem a vibe de resorts, e toda a comodidade que eles oferecem, minha sugestão é o Mykonos Blu Grecohotel, na praia de Psarou (a mais requintada da ilha). O Resort inclui spa, academia, piscinas e luxuosas suítes e vilas. O preço, infelizmente, é salgado: suítes mais simples custam (em média) 470 Euros/ dia, mas alguns bangalôs privativos (com piscina particular, inclusive) podem chegar a 4.200 Euros a diária!

Um opção ainda super luxuosa, mas um pouco menos espantosa (porque não tem suítes de tarifas estratosféricas) é o Bill & Coo Suites and Lounge, na praia de Megali Ammos, encostadinho em Chora (o centirnho de Mykonos). Esse 5 estrelas com todos os quartos com vista pro mar é membro do Small Luxury Hotels in The World. O destaque vai para o design contemporâneo do hotel, que chama atenção mesmo de muito longe, além da gastronomia mediterrânea – o restaurante do Bill & Coo é considerado o melhor gourmet da ilha! Quartos duplos na alta temporada saem por (a partir de) 710 Euros, a diária.

Mykonos_Paradise View Hotel
Fofo e bem mais acessível, o Paradise View é uma excelente opção de hospedagem na ilha | Foto: Site Paradise View

Uma das melhores opções na relação custo X benefício é o Paradise View Hotel, na praia de Paradise Beach. Ele é um pouco mais simples que os anteriores, obviamente, mas incrivelmente barato, por tudo o que ele oferece. Além de instalações bem charmosas, há piscina, jacuzzi, bares e restaurante. A vantagem dele é ficar em uma das praias mais agitadinhas de Mykonos – se você procura badalação, não há lugar melhor! O preço? A partir de 109 Euros a diária do quarto duplo na alta temporada. Em se tratando de Mykonos, onde hospedagem é item realmente muito caro, tá valendo!

No estilo Guesthouse/ Pousada, indico o Anixi Hotel & Studios. Ele fica na praia de Ornos, a 300 metros da praia, e também bem próximo do centrinho. Luxo ele não tem, mas oferece acomodação bacaninha com o básico (suítes com tv, ar condicionado e vista pro mar, além de café da manhã e wifi grátis). A partir de 81 Euros o quarto para dois, a diária, já é possível fazer reserva na alta temporada!

Onde comer

Mykonos é um lugar de comida bem democrática: tem restaurantes de comida simples e relativamente barata, mas também tem gastronomia de primeira pra atender à demanda de ricaços que escolhe a ilha como destino de férias.

Não deixe MESMO de experimentar qualquer coisa de comida típica grega, com muitos frutos do mar, legumes, queijos, vinhos, temperos…uma delícia! Os doces gregos também são espetaculares (loukoumádes, que são bolinhos fritos parecidos com o nosso sonho, e blakavás, que são um mil folhas com amêndoas, são meus preferidos!)! Ah, e o tal do iogurte grego é mesmo de comer rezando! E na Grécia ele vai em quase tudo, inclusive saladas e molhos!

Mykonos_Kikis Tavern
As delícias mediterrâneas do Kiki´s Tavern | Foto: Autor desconhecido

Para uma comida típica tradicional, num lugar fofo e com uma espetacular vista pro mar, vá ao Kiki´s Tavern. A pequena taverna fica na praia de Agios Sostis, uma das mais desertas de Mykonos. É um pouco mais afastada do centrinho, mas pra quem já quiser curtir o clima relax das praias do Norte, tá valendo! A casa não aceita reservas e as mesas são ocupadas por ordem de chegada (sempre fica lotado), mas o cardápio de deliciosas saladas e grelhados é mais do que convidativo. Sem contar que se come sob as árvores, muito clima! Tente chegar antes do 12h pra garantir lugar. E, infelizmente, o restaurante não abre à noite.

Bem de frente pro mar (e também em frente ao Velho Porto de Mykonos), no centrinho, fica o simpático Captain´s. Boa comida, com predominância dos clássicos pratos gregos, a um preço mais justo. A casa oferece uma carta de bebidas e drinks também típicos da Grécia, com destaque para os vários rótulos de vinhos (gregos) e spirits. O bacana, além da localização privilegiada e o clima de “mesas ao ar livre”, é que o restaurante tem menu de café da manhã e também serve jantar.

Mykonos_M Eating
Charmoso e bem disputado, o M-Eating serve jantar à luz de velas – ótima opção para casais | Foto: Yourgreekisland.com

Minha última sugestão é o M-eating, também no centrinho de Mykonos. É lá que você deve ir se quiser comer bem (comida mediterrânea, essencialmente), num lugar acolhedor e um pouco mais requintado. O preço sobe um pouco, mas a apresentação dos pratos e atendimento são impecáveis. Não vá sem reserva, porém, senão corre o risco de não conseguir mesa, já que o M-eating é bem pequeno e disputadíssimo.

Algumas outras informações bem úteis

Quando ir? Vá no verão europeu, sem dúvida. Nos meses de junho e comecinho de setembro, Mykonos fica um pouco mais sossegado. Julho é bem cheia de gente e em agosto, lotada.

Os prós da ilha: paisagens sensacionais, praias de cartão-postal, boa oferta de praticamente tudo (bons restaurantes, cafeterias, bares e hotéis, por exemplo), vida noturna bem agitada (é um dos destinos de festa mais procurados na Europa).

Mykonos_por do sol
O pôr-do-sol de Mykonos é sempre inesquecível, mesmo em dias mais nublados | Foto: Autos desconhecido

Os contras da ilha: venta demais e é bem cara, especialmente no verão. Prepare seu bolso! Outra coisa que também não curti: o transporte em Mykonos. Há bem pouca oferta de transporte público e o privado pode sair caro demais.

Para não esquecer de levar: roupas bem leves, protetor solar, chapéu, óculos de sol. Assim como em Capri, apesar de ser bem frequentada, a ilha é mais “pé no chão”. Portanto, mulheres, nada de salto alto!

Transporte em Mykonos: dá pra andar de ônibus por lá, tranquilamente. A única coisa bem ruim são os horários – ônibus demoram pra passar. Em algumas praias eles nem passam. Vale conferir itinerários e horários no site Mykonos Bus. Táxis eu não aconselho – são raríssimos na ilha e extremamente caros! Uma corrida de 5 min pode sair por mais de 30 Euros! Como andar a pé só é possível no centrinho (Chora), porque o resto é mais afastado (e, ainda por cima, requer subida e descida de morro), o jeito é alugar motos, scooters ou quadriciclos. Todos eles são BEM comuns por lá e baratinhos, e em vários lugares do centrinho se encontram lojas e quiosques para aluguel. Carro também pode ser uma boa, mas em algumas praias e no centro o estacionamento é mais complicadinho (de qualquer forma, sugiro a Hertz e Mykonos Rentals, ambas com preços legais!). Entre as praias pode ser bacana (e mais barato) pegar um Water Taxi – são rápidos e bem acessíveis, especialmente pra quem vai ficar pouco tempo na ilha (e pode achar desnecessário alugar carro ou motos).

Para chegar até a ilha: de Atenas, é possível ir de ferry (desde o Porto de Piraeus). São 5h no percurso mais lento, e 2h35 no barco mais rápido. Para checar preços e disponibilidade, clique no site do Greece Ferries (os mais rápidos, por exemplo, saem por 55 Euros o trecho). Já de avião, duas empresas têm voos diários para Mykonos: a Aegean Airlines e a Olympic Air. Vasculhando com antecedência, dá pra encontrar voos bem baratinhos! Ah, e algumas companhias de cruzeiros, como a MSC e a Celebrity Cruises, fazem cruzeiros com paradas em Mykonos. Se você é fã de cruzeiros, vale incluir Mykonos no itinerário!

Talvez também se interesse por:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>