O que fazer em 1 dia em Capri 7


Capri_Especial Verão EuropeuCapri é desses destinos que devem ser incluídos no seu itinerário de verão na Europa e que merecem a visita ao menos uma vez na vida! De tudo o que já visitei na Itália (e olha que já foi bastante! Acho que é o país em que mais cidades fui!), é o lugar mais chique, mais elegante, mais exclusivo…e, ao mesmo tempo, tem uma atmosfera super descolada! Ouso até dizer que é um dos mais bam-bam-bam da própria Europa!

Como chegar

Conheci a ilha numa parada de cruzeiro – na verdade, a escala foi em Nápoles. De lá, é necessário pegar uma balsa ou barco (de linha ou privado), já que o acesso somente é possível via mar. Fui de Snav, uma lancha rápida que faz o trajeto em aproximadamente 40 minutos (o normal é 1h30). O valor é meio salgadinho (hoje, o preço de ida e volta + taxas é de 38,70 Euros!), mas realmente é a forma mais rápida de acesso à ilha, e indico seriamente pra que tem pouco tempo pra circular em Capri (como era o meu caso…perder quase 4 horas em trajetos de barco realmente não tá com nada!). O contra desse meio de transporte? A tal da lancha era MUITO rápida e enjoava DEMAIS! MESMO! Muita gente passou mal! Então, se você é mais sensível, sugiro que opte por uma balsa ou barco lento, que vai balançar bem menos. Ou tome tudo o que tiver que tomar de Dramin e congêneres antes de embarcar…

Outras empresas também fazem esse trajeto, como a Caremar e a Gescab. Para ferries mais lentos, o valor cai quase pela metade! Pra simular datas e horários, dá pra clicar no site Naples Bay Ferry.

Tome nota: também dá pra chegar a Capri de outras cidades da Costa Amalfitana (como Sorrento, Positano ou Amalfi), mas fora do verão essas linhas são limitadas ou até inexistentes. De Roma, é possível ir a Nápoles de carro ou trem (de carro – 226km que podem virar até quase 4h de viagem, já que parte da estrada é costeira e não duplicada; de trem – 1h10 com o FrecciaRosa de alta velocidade, ou até 2h num convencional). Daí o restante é a mesma coisa (balsa ou barco rápido até Capri).

Como se locomover

Capri_Vista_ Foto Anthos Biaggi ponto Biz
Uma vista de tirar o fôlego! | Foto: anthosbiaggi.biz

O que conhecemos por “Ilha de Capri” na realidade são duas cidades/comunas: Capri e Anacapri. O que a gente enxerga quando desce da Marina de barcos é Capri. Anacapri fica do outro lado do morro.

Para quem chega de barco ou ferry no porto principal (Marina), dá pra ir a Capri de Funicular (já que o centrinho fica no alto do morro; custa 1,80 Euros o trecho!). Já para Anacapri, os trajetos são feitos de táxi ou de ônibus, e todos os dois meios se veem com bastante frequência, especialmente no verão.

Para circular na ilha, no entanto, nada como gastar sola de sapato! Pode até ser muito cansativo andar pra baixo e pra cima (literalmente, já que tem muito morro) na ilha de Capri, mas vale a pena pela belíssima paisagem que se tem do caminho! Boa parte das ruas é bem estreita, estilo viela, e algumas são até de pedras – é um charme só andar por lá!

No estilo italiano: o que pode ser muito bacana, também, é alugar uma scooter. Vespas e scooters são MUITO comuns na Itália, e podem ser uma “mão na roda” pra quem desanimar só de olhar o tanto de morro que tem pra subir e descer na ilha. Sem contar que são rápidas, práticas e fáceis de dirigir e estacionar! Os valores variam bastante (pelo número de horas alugadas e época do ano), mas é possível alugar uma por 25 Euros/ duas horas (para duas pessoas). Na ilha há quiosques aos montes com esse serviço!

O que também dá pra fazer é alugar um barco, pra utilizá-lo como meio de transporte na ilha. Essa opção indico mais pra quem tá curtindo praia, que quer se banhar no mar e coisa desse gênero (porque pode sair caro demais se o seu interesse for o de apenas andas pelas ruas, ver lojinhas e tal). Os valores dependem muito do tipo de barco, do número de pessoas a bordo e das horas contratadas. Claro, quem sabe negociar também leva vantagem! Pense em algo como 35, 40 Euros por pessoa num passeio de barco (para até 4 pax) de duas horas. Para um barco sem grandes luxos, claro.

O passeio completo de 1 dia

Acabei não fazendo exatamente este passeio que vou descrever agora, mas nada como experiência na vida de uma pessoa: se fosse voltar a Capri HOJE para uma volta de um dia completo, certamente seguiria este itinerário. E mais: nesta ordem! Porque evitaria alguns perrengues que passei por ter feito diferente, acrescentaria coisas bacanas que acabei deixando pra trás (ou que aproveitei correndo demais, sem muito tempo extra), e em ordens melhores. Seguem minhas dicas:

Capri_Faraglioni_Foto Best Sicilian Tours ponto com
Os famosos Faraglioni, formações rochosas que já são cartão-postal de Capri! | Foto: bestsiciliantours.com

9h30

Chegue na Marina e já procure o passeio mais famoso da ilha – o de volta completa de barco (Giro dell’ Isola) com parada na Gruta Azul (Grotta Azzurra). Aconselho a já fazer pela manhã porque é como a Torre Eiffel, como o Big Ben – a primeira coisa que você quer ver – e vale mesmo muito a pena. Você vai gastar em torno de uns 30 euros para umas 2h30 de passeio, mas verá cenas incríveis de um mar divino e de verdadeiros espetáculos da natureza que só Capri tem a oferecer! Um deles são os Faraglioni – os três picos de rocha que despontam do mar, que já são cartão postal da ilha! Lindos, lindos! Você também vê, durante sua volta à ilha, o Arco Naturale (uma formação rochosa natural em forma de arco) e o Faro di Punta Carena (Farol de Punta Carena, um dos melhores points para banho de mar, com uma estrutura bem bacaninha de snack bar, estacionamento e tal). Ah, e claro: a Gruta Azul, um verdadeiro espetáculo natural em Capri. Olhem a cor da água, que impressionante:

12h

De volta à Marina Grande, aproveite pra dar uma volta na lojinhas das redondezas. Por ali tem souvenirs, roupas, acessórios…e, acredite em mim, o único lugar de compra relativamente acessível na ilha (que é bem cara!). Comprei chapéus lindos por 15 Euros, e saidinhas de praia/ lenços por 10 e 15 Euros também! Depois de um passeio rápido e de garimpar alguns achados, vá em direção ao funicular, para subir ao centrinho de Capri!

13h

Pronto! Ali no centrinho de Capri (Piazzetta, ou formalmente Piazza Umberto 1) tem de tudo, e sugiro que procure um bom restaurante para almoçar. Dois muitos recomentados são o Pulalli Wine Bar, que serve a autêntica massa italiana e conta com uma carta de vinhos das mais completas de Capri (o carro-chefe da casa é o Raviolli Caprese), além de uma das mais belas vistas do centrinho; e o clássico Isidoro, com massas (também pizzas) e frutos do mar, num casa que é uma graça e a um preço até bem bacana, em se tratando de Capri (tem pizzas por 12 Euros, por exemplo).

Capri_Via Camerelle_ Foto Blog Casa com Moda
Muito charme na Via Camerelle, a rua onde se encontram ótimas lojas, hotéis e restaurantes em Capri. | Foto: casacommoda.com.br

14h

Caminhe pelas ruas do centrinho (arredores da Piazzetta) e se encante com o comércio local. A Via Camerelle tem lojas lindas e é uma pura perdição em Capri. Você também encontra grifes das mais diversas, como Gucci, Missoni, Fendi, Salvatore Ferragamo…embora pequeno, o centrinho é puro luxo e tem uma enorme concentração marcas famosas! O único contra é realmente o preço: as coisas são bem caras por lá, infelizmente (e é caro geral, mesmo…roupas, comidas, transporte, hospedagem…).

15h30

Continue na Camerelle até chegar à Via Tragara (você verá placas indicando o caminho!), porque é ali que fica o Belvedere di Tragara, um mirante que proporciona uma vista divina de Capri e permite que você tire várias fotos com os Faraglioni de fundo! E que charme que é esse caminho, hein? Aproveite pra observar cada cantinho, cada rua, cada casebre e cada restaurante fofo que encontrar durante suas andanças! Depois, faça o caminho de volta à Piazzetta, para pegar o funicular de volta à parte baixa da ilha!

Capri_Anacapri_Monte Solare
A linda vista do Monte Solare, em Anacapri | Foto: turistiperacasi.it

16h30

De volta, mais uma vez, à Marina, pegue um ônibus ou táxi em direção à Anacapri e vá direto ao teleférico que leva ao Monte Solare. Este é o ponto mais alto de toda a ilha e que, como já dá pra imaginar, oferece um visual panorâmico de Capri e Anacapri. Dá pra ver outras ilhas de fundo, além do Golfo de Nápoles e as montanhas de Sorrento e da Calábria.

17h30

Termine seu dia (e coloco esse término assim cedo, porque se você vai fazer só um bate-e-volta à Capri, as últimas lanchas saem às 19h; barcos particulares saem antes disso) com uma voltinha no centrinho de Anacapri. Mesmo sendo muito mais tranquila e bem menos turística que sua vizinha, essa parte da ilha conta com bons restaurantes, lojas e hotéis. Tem um estilo mais rústico mas, ainda assim, de beleza encantadora. Depois que já tiver mais do que apaixonado, pegue o transporte de volta à Marina para, infelizmente, deixar essa maravilha de ilha…

Não deixe de…provar qualquer coisa com limão siciliano. A fruta é o símbolo maior da ilha, e tudo por lá tem disso – desde souvenirs, até roupas e comidas. Nos bares e restaurantes, mesmo…o limão impera: vai no molho das saladas, no tempero das massas, nos doces, tortas, sucos, drinks…Experimente a limonada de limão siciliano, no mínimo!

Basket with lemons and limoncello
Tudo em Capri tem limão siciliano! Mas vale demais provar! | Foto: dudalinafeminina.com.br

Delicie-se com…o Gelato Italiano! Os sorvetes da Itália, pelo menos na minha opinião, são tipo 7ª maravilha do mundo! Não dá pra não se acabar com gelato! Óbvio que em Capri tem o de limão siciliano – numa dessas, é uma ótima ideia pra misturar as duas coisas!

Prepare-se para…gastar mais que o normal. Capri é uma ilha bem cara – não chega a ser a coisa mais inacreditavelmente cara do planeta, mas os valores tendem a subir, comparando com outras cidades e/ou ilhas europeias. E, quando estamos lá, dá pra perceber um pouco o porquê dos altos preços: o acesso à ilha é complicado, muitas praias só são possíveis de ser aproveitadas via barco/lancha/iate, o transporte interno é dificultoso…o que quer dizer que tudo que chega na ilha (de comida, de utensílios, de itens…), deu trabalho pra chegar!

Europa 2011 501
No azul sem fim de Capri | Foto: Arquivo pessoal

Tenha em mente que…você vai subir muito morro, descer muito morro, e que quase todas as vias e ruas são de pedra – então, coloque o sapato/chinelo/rasteira mais confortável que tiver e que não derrape, de preferência (as pedras escorregam MUITO!). E, mulheres: mesmo a ilha sendo um luxo, é zero salto alto, ok?

E, por último, curta o clima da ilha! Sinta-se exclusivo (e rico, e famoso!) por estar lá, aproveite o astral de “badalação sossegada” de Capri, apaixone-se pelas maravilhas naturais de lá…um dia eu achei muito pouco para aproveitar (muito embora a maioria das pessoas realmente vai no esquema de bate-volta), quero me programar pra voltar num outro verão europeu…pra poder descansar mais e fazer tudo sem tanta pressa!

Ah, e se pintar alguma dúvida ou pergunta, só deixar comentário ou me manda rum email, que respondo rapidinho!

Bacio!

Talvez também se interesse por:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

7 thoughts on “O que fazer em 1 dia em Capri

  • Tatiana

    Susana! Obrigada pelas dicas, adorei os detalhes e o roteiro todo como sugestão. Muitas vezes ficamos com muita dúvida no tempo que leva cada “passeio”, ótima a ideia de vc ter adicionado isso. Adorei!!

    • susanasteil Autor

      Ah, que legal, Tatiana! Capri é um lugar que quero voltar pra curtir com mais calma, por pelo menos uns 3, 4 dias…talvez numa viagem romântica – mesmo sendo um destino carinho, vale a pena dedicar um tempo extra pra relaxar e aproveitar o clima de lá que, como eu falei, é fantástico. Mas caso a sua parada seja apenas de 1 dia, esse roteiro já está valendo – e MUITO! Fico feliz que tenha gostado! Beijocas e bom passeio!

  • Ju

    Adorei a sugestão de roteiro dividido por horários. Fiquei bastante tempo prcurando algo legal para fazer em um dia em Capri, além do passeio de Barco…Parabéns pela matéria!!
    Você fez o passeio de teleférico?

    • susanasteil Autor

      Oi, Ju! Tudo bem?
      Espero que minha resposta chegue a tempo da sua viagem…
      Obrigada pelo comentário, que bom que ajudou!
      Fiz o passeio de teleférico, sim! A única obervação que eu faço é pra cuidar com os horários, especialmente se tiver 1 dia só na ilha, e se for verão europeu (tudo lota, acaba demorando bem mais!).
      Fora isso, aproveite! Capri é o máximo!
      Beijos!

  • daniela

    olá tudo bem?
    Ali onde você coloca a dica das 17:30 fiquei em dúvida quanto aos horários das barcas, pois, vi que existem balsas que voltam bem tarde para Napoles.
    no meu caso estarei em Napoles e irei a Capri passar o dia.

    Bjos

    • susanasteil Autor

      Oi, Daniela! Tudo bem?
      É que fiz o roteiro pensando em quem vai ficar apenas 1 dia porque está em algum cruzeiro na região…e como os cruzeiros tem horário de volta perto das 19h, esse barco das 17h30 é o melhor pra quem está nessa situação.
      Se você for passar o dia em Capri mas não estiver em cruzeiro, e sim hospedada em Nápoles, dá TRANQUILAMENTE pra voltar mais tarde.
      No verão por lá escurece bem tarde, você vai conseguir aproveitar o máximo que conseguir (e eu sugiro que faça isso!).
      Vai dar pra fazer tudo que está nesse roteirinho, só que com mais calma, podendo aproveitar mesmo o charme da ilha e a paisagem sensacional de lá!
      Capri é demais! espero que você ame, tanto quanto eu amei!
      Se tiver outra dúvida, só perguntar!
      Beijos e boa viagem!