Roteiro de 3 dias em Miami! 16


Miami4_aberturaeditEu falo sempre quando vou passar um roteiro: é extremamente relativa essa coisa de “o que devo fazer em tal lugar?”, porque cada pessoa adota um estilo de viagem, tem uma personalidade, várias preferências e objetivos distintos quando sai de casa. Fora que outros fatores também podem influenciar, como a companhia (se é viagem com família, com crianças, romântica, avulsa…), o clima, o itinerário da viagem (se tem algumas cidades ou países antes e/ou depois)…

Mas tem os que gostam de se basear em roteiros pré-determinados, porque geralmente se sentem mais seguros. Então, se você é desses, ou quer um ajudinha pra saber o que não pode perder em 3 dias em Miami (e a verdade é que quanto menos tempo a gente tem, mais de ajuda precisa!), AQUI ESTOU! E, melhor: com programações que eu mesma já testei!

Já adianto que apenas 3 dias em Miami não são suficientes…há muito, mas MUITO o que ver por lá! Embora seja uma cidade que nos faça lembrar de “COMPRAS”, e praticamente só isso, existe uma infinidade de bons restaurantes, hotéis, passeios e atrações turísticas, além de uma cena cultural que vem se mostrando como uma das mais diversificadas dos EUA.

MAS, se você realmente só tem 3 dias disponíveis, acho mais fácil (e mais lógico) aproveitá-los assim:

Dia 1

Sugiro que passe o dia em South Beach, o lugar que, na minha opinião, tem o clima mais característico de Miami (talvez porque seja a Miami que mais vemos em cartões-postais). A região compreende a parte Sul da ilha de Miami Beach (que, na realidade, é uma cidade diferente: Miami é uma coisa, Miami Beach é outra. Na prática, vai dar mais ou menos no mesmo, no entanto…), e vai da extrema ponta, na 1st Street, até a 24th.

Miami4_sobeedit9am – 12pm

Se quiser dar um pulo na praia, creio que não há atividade melhor pela manhã! É em South Beach onde o movimento também é maior – muita gente na praia, várias pessoas praticando exercício…ainda que não esteja tanto calor assim, é um programa interessante!

Depois passeie pelo Art Déco District. A região leva esse nome em referência à arquitetura dos prédios em estilo que, pro começo do século passado, era considerado ultra moderno. Há mais de 900 construções conservadas em SoBe (abreviação de South Beach), todas dos anos 20´a início dos 40´, muito peculiares e com predominância de tons pastéis. Hoje em dia, todas são tidas como “retrô”, como “old school” e, de fato, são lindas de se ver! Quem for desses interessados em conhecer a história e os costumes de um local mais detalhadamente pode fazer o Art-Déco Walking tour – são apenas 90 minutos para descobrir o que é mais interessante por ali, e até entrar em alguns edifícios para apreciar o design de seus interiores.

Se quiser passear por conta própria, comece pelo Art Deco Welcome Center (1001 Ocean Dr), que funciona como centro de preservação do distrito e oferece muitas informações turísticas. Algumas construções você não pode perder: o hotel The Carlyle (1250 Ocean Dr), o Cadillac Hotel (3925 Collins Ave), o The Plymouth Hotel-Boutique (336 21st St) e o divino Hotel Delano (1685 Collns Ave).

12pm

Almoce em algum restaurante descolado da Ocean Drive. Minha sugestão é o A fish called Avalon, no Hotel Avalon, um dos mais tradicionais representantes da Art-Déco da região (ainda que a comida fosse ruim, comer ali já seria um charme!). Ali, a especialidade são frutos do mar (e não é TÃO caro –  os pratos principais custam, em média, US$30! E são ótimos!). Se preferir a tradicional comida americana, de hambúrgueres e lanches, escolha o clássico Johnny Rockets.

1pm – 6pm

Depois perambule pela Collins Ave, que é daquelas avenidas pra se perder tempo! Por ali, há de tudo: além de muitas ofertas para hospedagem (sobre algumas eu já comentei no meu post “onde se hospedar em Miami Beach”), tem lojas, restaurantes, bares, farmácias etc. Algumas marcas de interesse na Collins são ZARA, Sephora, M.A.C, Victoria´s Secret, GAP, Aldo Shoes, Tommy Hilfiger e Levi´s.

Por falar em lojas e compras, não deixe de conferir a Lincoln Road, uma das mais famosas de SoBe. Boa parte dela é calçadão, e além de galerias, restaurantes e cafés bem charmosos, há muito oferta de lojas de todos os estilos. Macy´s, Lacoste, H&M, Guess, e inclusive as brasileiras Havaianas, Melissa e Osklen são algumas delas.

7pm

Ainda na Lincoln, você encontra o The Colony Theatre. Eu sou muito fã de conferir espetáculos de música, teatro, ópera e dança quando viajo. Se você também é, pode querer ver algo de bacana por lá. No site tem a programação completa!

8h30pm

Para o jantar, um endereço em SoBe é praticamente um ponto turístico: o Joe´s Stone Crab (11 Washington Ave). A especialidade da casa são os famosos caranguejos do Alasca (gigantescos, carnudos e muito frescos!), mas também servem de tudo, inclusive carnes e lanches. Os preços não são tão amigáveis; as filas, menos ainda (vá com paciência, especialmente se for na alta temporada!), mas compensa demais: nunca comi frutos do mar tão imensos na minha vida!

9h30pm

Dê uma passada na Española Way, um pedacinho da Espanha em Miami. A rua abre durante o dia (tem lojas, hoteis e tudo mais funcionando normalmente), mas à noite é quando tudo ganha mais vida! Vá para beliscar algumas tapas (aperitivos clássicos espanhóis), tomar um drink ou até sorvete, assistir a um jogo com os amigos, ou apenas apreciar o movimento e o agito!

11h30pm

Se ainda restar pique, vale conferir um pouco da cena noturna de Miami, e é em SoBe onde se concentram as melhores opções. Para jantar dançante e música ao vivo, um dos lugares mais famosos é o Mango´s Tropical Cafe. A casa funciona desde a manhã, e também serve almoços e lanches, mas é a noite que fica lotada, por gente atraída por shows latinos – de salsa, samba, rumba – e performances variadas.

Se a intenção for curtir a noite em uma danceteria, sem dúvida a LIV, do hotel Fontainebleau, é a mais disputada. Por ali sempre estão famosos e celebridades e, mesmo se não for um, com dinheiro e uma dose de paciência pode conseguir aproveitar!

Vale também perambular pelo Art-Déco District (principalmente na Ocean Drive) e ver ao vivo qual opção que mais agrada. São MUITOS bares com música ao vivo, casas de shows e eventos, e danceterias que oferecem programações das mais variadas. Para ajudar na escolha, dois sites trazem a programação completa: o Miami.com e o Club Planet.

Vale saber que a noite em Miami começa super tarde – diferentemente de outras várias cidades nos EUA. Antes das 11pm não há quase nada! Se quiser realmente aproveitar todo o agito noturno da cidade (e isso é um dos programas mais clássicos de lá), vale até passar no hotel, descansar, tirar uma soneca, ou até dormir pra valer! Se for do tipo baladeiro (a), vai precisar: tem festa em Miami que só termina quando o dia começa!

Dia 2

Para o segundo dia, que tal um passeio por Downtown e arredores?

9am

Comece por Downtown Miami, o centro empresarial, financeiro e cultural da cidade. Passeie por suas ruas – na Flager St estão excelentes opções pra compras (desde lojas de departamento, como a Macy´s, até casas de cosméticos, eletrônicos, perfumarias etc). Não deixe de andar de metromover, o rail que leva aos principais lugares de Downtown gratuitamente.

11h30am

Downtown também é a sede dos principais museus da cidade. O History Miami  é um dos mais interessantes – resgata a cultura local com uma série de exibições, coleções e eventos. Por ali tem desde mostra de fotógrafos e pintores, a workshops de dança e eventos para crianças. Muito comum também são os passeios guiados que o próprio museu oferece às principais vizinhanças de Miami, como Wynwood, Little Havana e Little Haiti.

1pm

Ainda em Downtown, almoce no BaySide Marketplace, uma marina e centro de compras ao ar livre – é um charme só! Opções para comer não faltam, duas bem famosas são o Hard Rock Café Miami e o Hooters.

2pm

Wynwood tem despontado como uma das regiões mais visitadas de Miami, e é ali que eu sugiro que você vá logo após o almoço! De fato, o bairro é de uma personalidade única, e não é à toa que tem sido chamado de “Arts District”: há enorme oferta de galerias de arte e museus, além do fato de que designers, pintores, músicos e escultores são achados aos montes expondo seus trabalhos. E mais: ninguém precisa sair da rua pra apreciar arte! O Wynwood Walls são obras de graffitti e pinturas nos muros, feitas por grandes ícones da street art (incluindo aí nossos brasileiros “Os Gêmeos”).

É bacana passear pelas ruas e bater milhares de fotos, que ficam lindas com o colorido das artes. Os principais trabalhos ficam na NW 25th e NW 26th. A região também tem lojinhas bacanas, cafeterias, boutiques e restaurantes gourmet. Adoro o clima daquele lugar!

3h30pm

Hora de passear em Coconut Grove, outro lugar que eu adoro em Miami! O clima muda bastante: saem o agito e a excentricidade de Miami e Miami Beach; entram a descontração e a despretensão típicas desse bairro, que é o mais antigo da região.

Vá primeiro ao Vizcaya Museum and Gardens (até porque fecha as 4h30pm), um casarão (datado de 1914) em estilo renascentista que foi mansão de um dos ricaços da Miami do século passado, e que hoje é considerada uma das construções mais belas da Flórida. E é mesmo! O clima do lugar me lembra os jardins e palácios da França, com muita imponência e riqueza de detalhes. Foge bastante da ideia da “Miami das compras e da badalação”, mas vale a visita!

Depois passeie pelas ruas e sinta o clima hippie-chic do distrito. Curta o fim da tarde em alguns de seus parques (e são muitos na região), ou vá para a marina pra ver o pôr-do-sol (ou apenas o movimento de seus vários barcos e veleiros). A região também tem muitas lojinhas, cafeterias, restaurantes e boutiques. Para compras, o Cocowalk é o principal centro da região. Não é muito grande e nem tem tantas marcas (ou seja, não é exatamente indicado pra quem deseja se esbaldar em compras), mas complementa um passeio gostoso e conta com uma certa estrutura (até mesmo de banco 24 horas, banheiros, essas coisas). Por ali ficam o The Cheesecake Factory e um Starbucks Coffee.

Já quem curte sentar pra tomar um café, com calma, e num ambiente pra lá de bacana, minha sugestão é o GreenStreet Café (3468 Main Hwy). Fica próximo ao Cocowalk e já entrou pra lista dos melhores cafés da Grande Miami. Ideal para um latte com french toasts, ou para as famosas pancakes de nutella. Viseitei o café num fim de tarde mas, a quem possa interessar, o lugar também abre pra almoços e jantares.

7h30pm

Não deixe de dar uma passadinha em Little Havana. O bairro, além de muito tradicional, é literalmente um pedaço de Cuba em Miami: você pode comprar charutos, saborear a comida cubana, provar o autêntico café cubano e ouvir (ou até dançar!) salsa! Com apenas 3 dias na cidade, as voltinhas nos bairros acabam sendo superficiais, praticamente de city tour dos mais rápidos. O que quer dizer que você não vai conseguir “viver” o clima dos distritos tão bem, nem experimentar culturas tão intensas como deveria. Ainda assim, pare na Calle 8 para comer ou para começar muito bem sua noite – há muitos bares no estilo do Hoy como Ayer, com o melhor da música cubana e de ritmos latinos ao vivo e a cores.

8h30pm

Quem prefere uma noite mais tranquila, para assistir a concertos, shows, musicais, apresentações de ballet e teatro deve ir ao Adrienne Arsht Center, em Downtown. O American Airlines Arena também tem shows e eventos, e o ponto forte são os jogos de basquete da NBA. Quem curtir esse tipo de programação e estiver em Miami durante a temporada regular de jogos (que vai de meados de outubro a meados de abril) pode tentar comprar ingressos para assistir ao Miami Heat, o time da casa.

Dia 3

Dedique o seu terceiro dia em Miami às compras. Fiz um post bem detalhado sobre onde comprar qualquer coisa em Miami, que você pode seguir para saber onde é melhor comprar o que procura, especificamente.

Miami4_compraseditMas 1 dia inteiro só pra compras???

Acredite em mim, vai ser pouco!

Se os clássicos malls e outlets já estiverem de ótimo tamanho, sugiro o Aventura Mall pra quem quer de tudo um pouco e lojas bem amigas (outras nem tanto, já que o Aventura é um dos lugares onde você encontra grifes e lojas de luxo em Miami). O Dadeland Mall é menorzinho um pouco, mas já tem as marcas mais procuradas por brasileiros. O Dolphin Mall é o mais barato deles, já que funciona como outlet, e não apenas como mall/ shopping.

Se não se importar em dirigir cerca de 70 km, vá ao Sawgrass Mills, o maior e mais completo da Flórida. Esse eu indico pra quem quer comprar MESMO!

Dica: os shoppings e lojas em geral abrem as 10h. Até daria pra fazer alguma coisa antes disso, mas eu sugiro que se durma até um pouco mais tarde e se descanse bem! Aproveite pra tomar um café da manhã americano dos mais caprichados, também. Isso porque o bate-perna vai ser grande! Comprar cansa, viu?

Talvez também se interesse por:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

16 thoughts on “Roteiro de 3 dias em Miami!

  • adriana'

    Preciso de ajuda para um roteiro de cinco dias em Miami. Vamos um casal e dois meninos de 10 e 13 anos. Valendo lembrar que estaremos na raspa do tacho pois passaremos vinte dias em Orlando.
    Obrigada.
    Adriana

    • susanasteil Autor

      Oi, Adriana! Eu fiz um roteiro de 5 dias pra MIami e deixei aqui no blog. Está neste link. Já tem algumas atividades legais pra crianças…Provável que eles também curtam o Zoológico e talvez assistir a um jogo da NBA, se for temporada.
      Espero ter ajudado!

  • EVANDRO SANTOS

    Muito obrigado pelas dicas. Será a 2ª vez que vou a Miami. Na 1ª foi só um dia na ida e outro na volta (só de passagem para outras cidades). Desta vez vou querer aproveitar melhor a região, sem preocupação com as compras. São três dias antes de um cruzeiro de 4 dias pelo Caribe.
    Desta vez não pretendemos alugar carro. Eu e a minha esposa faremos passeio entre Miami e Fortlauderdale (se possível),vocês tem sugestões de pequenas excursões? Chegaremos no final da noite de 18/04 (penoite num hotel no aeroporto),uma reserva já feita para o 2º dias num hotel da Downtown e outros dois dias em aberto.

    • susanasteil Autor

      Oi, Evandro!

      Pra Miami eu realmente indico o aluguel de um carro! Por mais que o dolar agora esteja bem salgado, alugar um carro por lá sai bem mais em conta que pagar passeios separados…sem contar que dá a vocês a liberdade de parar onde vocês mais gostarem, de explorar melhor e tudo mais!
      Não sei exatamente quando vocês vão, mas achei um carro econômico na Decolar.com por menos de R$318 pra 3 dias. Isso quer dizer que, entre aluguel e gasolina, vocês não vão gastar tão mais que uns US$150. Se vocês rodarem DEMAIS pela Flórida, não gastam mais que US$200, US$250.
      Se forem pagar separado transfer de ida e volta ao aeroporto, mais transfer ida e volta ao porto, mais passeios, vai dar muito mais que isso!
      De qualquer forma, entrem nestes sites de passeios e façam as contas, pelo que interessa vocês: Viator (Um que eu uso pra vários lugares, é bem confiável) e o Miami Tour Company (já fiz tour com eles e recomendo!).

    • susanasteil Autor

      Oi, Samanta! Obrigada, fico feliz que tenha gostado!
      Vamos ver se consigo responder a tempo de te ajudar…
      Hospedagem em Miami depende MUITO do quanto se pode gastar, basicamente. Fui mais de 1x pra cidade e já me hospedei em Downtown, South Beach e Mid Beach.
      Cada lugar tem uma particularidade!
      Fiz dois posts com dicas de hotéis em Miami, explicando os prós e contras de cada bairro e sugerindo os melhores hotéis / região:
      1. Hotéis selecionados em Miami Beach

      2. Hotéis selecionados em Miami
      Espero que te dê uma “luz”!
      Se restar alguma dúvida, só voltar!
      Boa viagem!

    • susanasteil Autor

      Oi, Cristiane!
      Os passeios que estou sugerindo nesse post são os mais essenciais pra essa quantidade de dias!
      Se quiser alguma coisa mais específica, pro seu estilo de viagem, trabalho com roteiros personalizados!
      Se tiver interesse, encaminha um email pra blog@susanasteil.com.br, que passo mais informações e preços. Vale muito a pena, porque faço pra cada cliente, especificamente! Vai ficar ideal pra VOCÊ!
      Beijos!

    • susanasteil Autor

      Oi, Débora! Tudo bem?
      De uma forma geral, este post está bem completo com as opções mais “imperdíveis”, digamos assim, de coisas pra se fazer em Miami…
      Tenho outros aqui – Roteiros de 5 dias, e de 7 dias.
      Também fiz posts sobre o que fazer por lá fora dos malls e outlets (bem bom para quem quer relaxar) – só clicar aqui pra ler.
      Como você falou de restaurantes, também fiz um post bem completo sobre ótimos endereços por lá, para propósitos variados (clique aqui). Mesmo que você esteja com sua bebê, quase todos os que citei tem uma boa estrutura para levá-la (Miami, por ser uma cidade bem democrática, tem uma estrutura boa para famílias, crianças, idosos etc.). Se quiser reservar antes e explicar que está uma criança de colo, melhor ainda – certamente vai receber atenção maior por conta disso.
      Também tenho outros 3 posts bem completos de Miami: um Guia de Compras, um para hospedagem e Miami, e outro para hospedagem em Miami Beach.
      Se ainda assim você quiser algo mais específico para a SUA viagem, trabalho na elaboração de roteiros 100% personalizados – levando em conta o seu perfil de viajante, orçamento disponível, gostos pessoais e propósito de viagem, dentre outras coisas (no seu caso, por exemplo, a particularidade de carregar uma bebê consigo). Caso interesse, manda email pra blog@susanasteil.com.br, que passo mais informações sobre como funciona! Vai ser um prazer atendê-la!
      E se precisar de alguma outra coisa, só voltar aqui nos comentários!
      Beijocas e um ótimo passeio pra vocês!
      !

  • Doris Fonseca

    Adorei o seu roteiro, me ajudou bastante porque so tenho 3 dias em Mia. Obrigada
    Me diz so uma coisa, essa Marina é um lugar que saem passeios de bascos para ver as casas dos famosos?
    Beijos
    Doris

    • susanasteil Autor

      Oi, Doris! Tudo bem??
      Obrigada pelo comentário!! O objetivo é mesmo este: ajudar a viagem das pessoas!
      Sim, essa Marina que eu citei (a Biscayne) é daonde saem os barcos pra ver as casas dos famosos.
      Não estou 100% certa, mas de outros lugares de lá, saem passeios semelhantes, também!
      Se precisar de alguma outra ajuda, estou á disposição!
      Bom passeio!
      Beijocas!